19 de abr de 2009

A finalização de um ciclo na Construção Civil

- O limite do descompromisso como o ponto de partida para um novo paradigma -

Na sequencia de fotos: Parede de garrafa pet, casa feita com garrafas de vidro, abaixo cimento com sobras da indústria siderúrgica, bloco de cimento com fibra ótica, ecomosaico (restos de cortes de mármore reciclado), abaixo parede feita com latões de óleo, tubopet, telhas onduline, isopet, placas vegetais, telhas Tetrapak, madeira ecológica ou biossintética, pastilhas de coco, placa reciclada de Polietileno e Alumínio e carpete de milho.

Um dos principais impactos do setor da construção civil ao meio ambiente é a retirada de matérias-primas não renováveis do meio. O descarte dos entulhos de obras jogados em locais não apropriados é extremamente agressivo ao meio ambiente e, por isso, o setor vem buscando saídas alternativas para diminuir esses impactos.
A Resolução nº 307 do Conselho Nacional de meio Ambiente – CONAMA (2002), define que os geradores de resíduos da construção civil devem ser responsáveis pelos mesmos durante as atividades de construção. O não cumprimento dessa lei acarretará em sanções judiciais. Este movimento abre as portas para as indústrias de materiais construtivos reciclados que surpreendem cada vez mais com as novas possibilidades oferecidas no mercado em termos de construção e acabamentos. 
Contudo, ainda existem empresas que por falta de visão ainda desobedecem a lei e praticam crimes ambientais. Sendo assim, para que esse movimento comece de fato a amadurecer, torna-se necessário que grandes e pequenas construtoras hajam de forma responsável no momento da escolha dos materiais e no descarte do entulho.

Trabalho de Pesquisa Realizado pelos Arquitetos Cris Aguiar e Marcos Tenório Feinstein e a Jornalista Sabrina Borgado para a pós-graduação em Gestão Ambiental no PNUMA: http://docs.google.com/Doc?id=djpq8pp_1k8kv55fp

3 comentários:

Arquito disse...

Companheira Arquiteta! Flico feliz de vê-la por aqui!

Nos vemos também em

www.arquito.wordpress.com

Até!

Arquito disse...

Puxa vida, você é uma arquiteta de percepção nata... descobriu minha identidade rs

Bjs!!!

Biah Bukowitz disse...

Esse artigo é o máximo mesmo...