1 de mai de 2009

Ser Eterno


A criança que ainda sou
Marcial Salaverry

"...

Ah que saudades eu tenho
de meu tempo de criança...
Onde o enredo somente
era o riso e os folguedos...
Nem passado, nem presente,
nem futuro...tão somente
o amor que a gente sente
O que me faz criança simplesmente
é este amor semeado na eternidade
Este é meu terno e eterno presente!"

Nenhum comentário: